• Flay detalha uso de chip hormonal: “Inchei igual a um baiacu”

    Flay detalha uso de chip hormonal: "Inchei igual a um baiacu"
    Flay detalha uso de chip hormonal: “Inchei igual a um baiacu” (Foto: Reprodução/Instagram)

    Flay usou suas redes sociais para compartilhar mais detalhes de sua experiência com o chip hormonal, que a fez ganhar peso e incentivou o aparecimento de muitas espinhas em seu rosto.

    + Flay mostra fotos de viagem pela Capadócia com Gizelly Bicalho
    + Gabi Martins aparece de lingerie e afirma: “Mulher que se ama”
    + Leticia Spiller deixa fãs babando ao relembrar ensaio de lingerie: “Musa”

    “Eu não queria tomar remédio porque minha boca rasga toda, resseca muito e aí esperei o efeito acabar mesmo. O efeito do chip era 6 meses, não precisei fazer nada. Acabou esse mês e automaticamente as espinhas começaram a sumir, deixando apenas manchinhas. Vou fazer laser quando voltar para o Brasil”, começou a cantora, que está nos EUA.



    “Também senti que não emagreci fácil com o chip, mesmo fazendo dieta e exercício. Pelo contrário, inchei igual a um baiacu nos primeiros meses. Decidi mudar tudo, consegui emagrecer quando comecei a fazer jejum intermitente e cardio, aí foi muito rápido”, acrescentou Flay.

    No entanto, segundo ela, o chip melhorou suas celulites. “Como emagreci também, não sei ate que ponto foi o chip e o que foi o emagrecimento. Mas para mim não valeu a pena. Além de ser super caro, ferrou com minha pele, então o preço foi alto”, desabafou ela, que ainda contou qual é seu peso atual.

    “Meu peso sempre 60 quilos. No BBB, cheguei a 64 quilos. Voltei para os 60 quilos quando fiz a lipoaspiração, engordei um pouquinho antes propositalmente e fiquei com 63 quilos. Cheguei a 69,5 quilos durante a pandemia mesmo depois da lipo, coisa que mesmo comendo tudo o que eu quisesse antes, eu não conseguia chegar nem perto desse peso. Agora estou com 60 quilos de novo, estabilizado”, revelou.

    (Foto: Reprodução/Instagram)
    arrow